Voltar à Página Anterior

Verão em Famalicão traz música para a praça

A acordeonista Celina da Piedade é uma das artistas convidadas da edição deste ano da iniciativa “Verão em Famalicão”, que esta sexta e sábado, dias 9 e 10 de agosto, promete animar as noites de uma das praças mais movimentadas de Vila Nova de Famalicão - a Praça D. Maria II.

Os concertos começam na sexta-feira, dia 9, com as atuações da banda Fulltrack e a música popular de Maria do Sameiro. Para sábado estão agendadas as atuações de Patrícia Costa e de Celina da Piedade, que encerra a edição deste ano da iniciativa promovida pela Câmara Municipal.

O arranque do evento estará então a cargo dos Fulltrack. Apesar da juventude da banda, contam já com uma vasta experiência de palco, que resultou na gravação do primeiro álbum a ser lançado ainda antes do final deste ano. Com um estilo irreverente e mais direcionado para as produções dos anos 70, os FullTrack compilam um variado leque de géneros musicais, tendo como principais influências o Hard Rock e o Rock Clássico, passando pelo Blues, Funk até ao Metal e Rock Alternativo.

Maria do Sameiro encerra os concertos de sexta-feira. Com mais de 30 anos de carreira, a versatilidade da cantora e compositora está espelhada nas suas interpretações, que vão desde o fado, ao folclore, às marchas e à música popular. Corre-lhe nas veias uma mistura de sangue tripeiro e minhoto que lhe confere características de uma dinâmica contagiante, transpondo para os espetáculos a energia dos arraiais e romarias, voltando sempre ao seu primeiro amor musical: o fado. Conta com 9 álbuns editados, com destaque para o seu último trabalho discográfico “De alma e coração”.

A fadista Patrícia Costa abre os concertos no sábado. Nasceu em Guimarães, mas foi em Famalicão que viveu e cresceu. Patrícia Costa tem pisado os maiores palcos e teatros de Portugal e além-fronteiras e é, desde 2009, residente na Casa de Fado “O Fado”, no Porto. Foi referenciada pela revista Time Out em 2017, como uma das 10 artistas para o público seguir. Desde 2015 que é docente do curso “Fado: Interpretação e Repertório”, na Academia de Música Valentim de Carvalho, no Porto, e mestranda em Musicologia na Universidade de Aveiro, onde desenvolve investigação relacionada com o Fado. Transporta para o palco o fado e a música tradicional portuguesa. Tem dois álbuns editados - “Um cantar velado e lento” e o seu mais recente disco “Fados”.

Celina de Piedade encerra então a iniciativa. Quem já a viu em concerto reconhece-lhe o imenso carisma. Tem levado o seu acordeão e a sua voz até aos mais diferentes contextos, algures entre as formas e cores tradicionais, em viagens pelas memórias da música de raiz portuguesa e um sentir mais moderno e universalista. Desenha uma música cheia de alma e de personalidade, que, em palco, ganha com a sua formidável presença.

Refira-se que os concertos começam às 21h30 e têm entrada livre.

Data de Publicação: Voltar à Página Anterior


Siga-nos

Publicidade


Última Edição!